O potencial destrutivo da amônia – e como detectar este gás no ambiente

A amônia é uma importante matéria prima para a fabricação de agrotóxicos, fertilizantes, produtos de limpeza, explosivos, entre outros. Todavia, a amônia é um elemento tóxico e seu uso deve seguir as recomendações das autoridades competentes. Além disso, o gás da amônia é muito perigoso e pode até mesmo ser fatal, o que torna necessário a tomada de cuidados em ambientes industriais que lidam com esse material, como a adoção do detector de amônia.

Muito importante para evitar acidentes em estados moderados e graves, o detector de amônia é obrigatório para ambientes que trabalham com esse material. Além de detectar a presença do material no ambiente, este equipamento consegue determinar se ele está presente em uma quantidade segura ou não.

Os riscos da saúde provocados pela amônia

Apesar de ser um elemento muito utilizado em muitos ambientes industriais, como destacamos anteriormente, a amônia é, ao mesmo tempo, muito perigosa. E está presente não apenas em indústrias que lidam com os materiais citados anteriormente. Isso porque a amônia costuma ser utilizada em tubulações de ar condicionado em ambientes industriais.

As consequências da inalação do gás podem ser moderadas ou graves, variando de acordo com diversos fatores, como o tempo de exposição, quantidade de gás inalado, debilidade da pessoa e se houve alguma proteção contra a inalação desse gás, especialmente uso de EPI.

Em caso de inalação do gás amônia, podem ocorrer tosses, chiados no peito, falta de ar, asfixia, e queima das vias áreas superiores. Apresenta a fórmula NH3 e é um gás muito tóxico. De acordo com a exposição e grau de amônia presente no ar, o contato pode ser fatal, caso os danos ao sistema respiratório sejam muitos elevados e o trabalhador não consiga inalar mais oxigênio.

Dessa forma, é fundamental tomar cuidados para que o gás amônia seja controlado e não leve a morte ou danos graves nos trabalhadores, que pode prejudicar a indústria em muitos níveis (legal, financeiro e produtividade).

Cuidados que se deve tomar em relação ao gás amônia

Agora falaremos sobre os cuidados que devem ser tomados em relação ao gás amônia: Uso de EPI, Manutenção dos equipamentos e uso do detector de amônia.

Uso de EPI

O EPI é o equipamento de proteção individual. Ele deve ser utilizado em praticamente todas as atividades industriais de construção civil e os modelos de equipamentos variam de acordo com cada trabalho. O objetivo dos EPIs é diminuir o risco e proteger em caso de acidentes, diminuindo assim a gravidade destes. O uso de EPI é obrigatório e a disponibilização desses equipamentos deve ser feita pelo empregador.

Manutenção dos Equipamentos

Equipamentos velhos tendem a apresentar problemas graves e, para os que lidam com o gás amônia, podem levar ao vazamento desse gás, que infesta o ambiente e pode levar a acidentes moderados e graves nos trabalhadores que ficam no ambiente. Dessa forma, é importante realizar manutenções periódicas.

Outro ponto que deve ser destacado é o uso do detector de amônia, que falaremos de forma mais profunda a seguir,

Detector de amônia: como funciona e importância

A instalação do detector de amônia na indústria é essencial tanto para cumprimento das exigências legais (especialmente NR36), como para garantir a segurança dos trabalhadores, impedindo assim problemas de ordem legal, de produtividade e harmonia no ambiente de trabalho.  

Os mais utilizados na atualidade apresentam display e apresentam informações da concentração do gás amônia em relação a partículas por milhão (ppm). Para encontrar um com detector de amônia, você precisa ir a um ambiente especializado em equipamentos de detecção, como a Instrutemp.

Gostou do que leu? Então entenda a importância da manutenção preventiva!

No Comments

Post A Comment