O que é um estroboscópio?

Sabe aquele efeito visual que acontece quando a turbina de um avião ou a roda de um carro começa a girar, em que parece que no meio do movimento a rotação troca de sentido, em seguida volta e a definição das hastes é perdida? Como seria possível medir a velocidade disso? É para uso semelhante que existe o estroboscópio

O que é um estroboscópio? 

O termo ‘estroboscópio’ vem do grego: estrobo, que significa “girando” e escópio que seria “olhar para”. Sendo assim, este instrumento é uma ferramenta que permite identificar objetos em movimento cíclico. 

Em outras palavras, ele permite registrar a velocidade e o percurso de um corpo que esteja se movimentando de forma acelerada, fazendo parecer aos nossos olhos que o mesmo esteja parado. 

Ele é muito importante, inclusive para a comunidade científica, estando presente em uma série de estudos da área da física. Seu domínio ajuda especialmente em pesquisas relacionadas à oscilação, rotação e vibração de objetos. 

Desse modo, a sua criação data da primeira metade do século XIX, no ano de 1832, e é atribuída ao belga Joseph Plateau, mas cabe comentar que desde então o estroboscópio já foi atualizado diversas vezes até chegar no modelo que temos hoje. 

Inclusive, o estroboscópio eletrônico demorou quase um século para ser desenvolvido, tendo sido inventado apenas em 1931 pelo cientista Harold Eugene. 

Mas, afinal, como o estroboscópio funciona?  

Em resumo, ele se estabelece através de uma lâmpada de mesmo nome (lâmpada estroboscópica) que emite flashes múltiplos sobre um determinado objeto em movimento. Então, deve-se ir ajustando a frequência do pulso da luz sobre este objeto, até que a visualização sobre o ponto estacionário seja possível. 

Ou seja, é quando o objeto e a lâmpada se alinham na mesma velocidade que é possível enxergar e determinar a velocidade de rotação de tal objeto. 

Para exemplificar: se escrevermos uma letra em uma das hélices de um ventilador e o ligarmos, ao ajustarmos a frequência do estroboscópio para a mesma desse item, poderemos ver a letra como se ela estivesse parada, ainda que ela esteja se deslocando muito rapidamente. 

Para que serve o estroboscópio? 

Agora que sabemos o que é e como funciona um estroboscópio, é interessante que saibamos para que ele é usado. Certamente, a utilidade de um estroboscópio varia para muitos setores do mercado. 

Assim a animação pode ilustrar a capacidade que um estroboscópio tem em relação à análise e inspeção óptica, seja na elaboração de processo, basicamente da inspeção de uma fábrica, além do seu uso no ramo científico.

Dessa maneira, um estroboscópio tem uma entrada e saída graduada, tornando possível a adaptação de frequência dos flashes a cada processo. Também é possível graduar à sua maneira a peça giratória analisada com a ajuda do aparelho. 

Devido às condições econômicas, que forçam muitas fábricas a reduzir o pessoal do departamento técnico, os estroboscópicos têm se tornado cada vez mais comuns, principalmente em fábricas de papéis. 

Nesse ínterim, é cada vez mais importante que os funcionários tenham ferramentas para que possam analisar processos de forma rápida e precisa.

Portanto, para esta questão os estroboscópios são indispensáveis, porque esse aparelho não mede apenas a rotação, mas também serve para determinar a frequência e detectar as pulsações

Dessa forma, os estroboscópios são amplamente usados na valorização das condições de máquinas que possui instalações rotativas e também na visualização dos resultados. Inegavelmente, as fotografias fixas criadas pelo aparelho possibilitam reconhecer coisas que seriam invisíveis ao olho humano. 

Além disso, os estroboscópios servem para realizar controle de qualidade, são leves, têm muita autonomia e podem ser usados até em ângulos mais ocultos.  

Os estroboscópios também possibilitam a autenticação rápida das rotações de mecanismos que funcionam com correia e permitem a sincronização do funcionamento de mecanismo com várias correias. 

Então, essa sincronização do funcionamento de vários cabos torna possível oticamente a visibilidade da diferença de velocidade, visto que o desgaste do cabo é bem alto quando se tem diferença de velocidade.  

Assim, com o estroboscópio é possível realizar um controle específico grupo a grupo. No entanto, é preciso cuidado quanto às barreiras infravermelhas ou um indicador de ruptura porque isso provocaria prejuízos ao aparelho.  

Por outro lado, existem os estroboscópios com luz de xenon e LED. Ambos são bons, mas vamos entender um pouco sobre esses tipos de luzes, para que você possa escolher um estroboscópio de acordo com as suas necessidades.  

O que é e qual a diferença entre a luz de xénon e LED? 

Primeiramente, vamos falar das luzes de xenon que são lâmpadas de haletos metálicos, que é um elemento do grupo 17 da tabela periódica, também contém gás de xénon que devido sua descarga gera o xénon. 

No entanto, as lâmpadas de haletos metálicos demoram um pouco para ligar e alcançar o brilho total do que as lâmpadas de halogênio, que são as lâmpadas que temos em casa, mas a presença do gás xenon permite acelerar este tempo, alcançando uma luz mínima de forma imediata. 

De fato, a luz xenon é facilmente reconhecida devido à sua cor branco-azul. Ela é mais brilhante que a lâmpada de halogênio, a vantagem do xenon está em consumir menos energia e durar mais tempo se comparado à lâmpada de halogênio. 

Em contraste com a lâmpada de LED que emite uma luz muito branca e que é bem pequena. Assim, o que parece ser uma única luz, na verdade são várias pequenas luzes aglomeradas. 

Certamente, a lâmpada de LED tem um gasto ainda mais baixo de bateria que o xenon e dura muito mais que uma lâmpada de halogênio. No entanto, os estroboscópios de LED têm um custo mais elevado do que os de xenon porque a lâmpada de LED é um material que ainda sofre com o fato de serem mais caras que as lâmpadas convencionais. 

Em suma a diferença do LED para o xenon é o custo. O xenon evidentemente é mais barato, no entanto a luz de LED tem qualidade e duração maior que o xenon.  

Certamente, existem outras vantagens nas duas formas de luz, como por exemplo o fato de a luminosidade do LED ser maior e sua frequência dos flashes mais rápida. Consequentemente os resultados da medição serão mais precisos.

No entanto, o que irá determinar qual é o melhor estroboscópio para você será a finalidade do seu uso. Não adianta comprar um estroboscópio com lâmpada de LED porque é melhor do que a de xenon se o estroboscópio for usado apenas uma vez por mês, de 5 a 10 minutos, ou quando os resultados não pedem tanta precisão. 

 Vamos conhecer a seguir um modelo de estroboscópio prático e portátil, que permite realizar medições de forma rápida e precisa. 

Estroboscópio ITST7600  

A princípio, dependendo do campo de aplicação, há outros modelos que poderão ser levados em conta, pois os estroboscópios se distinguem em muitos fatores, como a fonte de luz que expliquei anteriormente, o uso e o tamanho. 

Mas, para uso em máquina é de suma importância trabalhar com estroboscópios portáteis, pois os estroboscópios estacionários são encontrados especificamente em laboratórios e em conexões com configuração experimental. 

Portanto, ao escolher seu estroboscópio é interessante levar em conta a quantidade de flashes que o aparelho consegue fazer por minuto, também se atentar à sua capacidade de precisão, sua resolução e a capacidade da bateria. 

Sendo assim, tendo essas coisas em mente, sem dúvidas você fará uma escolha adequada do aparelho, evitando futuros transtornos. 

Com todos esses fatores em mente, separamos o melhor estroboscópio do mercado. Além da garantia de bom desempenho do aparelho, o custo também é bem atrativo. 

O estroboscópio ITST7600 é um indicador que possibilita mostrar o objeto em rotação como se estivesse parado, iluminando-o com sua luz em uma determinada frequência. 

Além disso, é um projetor de luz xenon potente com velocidade e intensidade reguláveis que produz flashes rápidos. Sua capacidade de flashes de 50 a 12.000 flashes por minuto (FPM). 

Também possui: 

  • Resolução: 0,1 FPM 
  • Precisão: 0,05% 
  • Temperatura de funcionamento: 0 a 40ºc 
  • Voltagem: 110V 
  • Umidade de funcionamento: <85%UR 

Se você busca um tipo específico de estroboscópio cuja faixa de preço seja compatível as funcionalidades que o aparelho pode lhe proporcionar, este modelo é super recomendado, mesmo que existam outros modelos mais baratos. 

No entanto, é preciso ponderar com cuidado, pois é possível que você pague muito barato agora, mas em longo prazo pode ter problemas ou não suprir as necessidades que são necessárias, levando novamente a outros gastos. Estroboscópios muito baratos costumam ter uma capacidade de bateria baixa, então se estiver analisando um processo que pode levar cinco horas, é possível que um aparelho com preço mais baixo possa não aguentar por todo esse tempo, prejudicando seu processo de análise.  

Também há outros fatores a levar em consideração. Quando se opta por estroboscópios com preços muito baixos, você terá um baixo índice na resolução, na precisão, na quantidade de flashes por minuto e assim por diante.  

Em suma, todos nós sabemos que produtos com valor muito baixo, certamente em seu processo de fabricação foram usadas matérias-primas de qualidade inferior, o que resulta em um desempenho mediano do aparelho, impactando em diversas etapas do processo.   

Estroboscópio é com a Instrutemp! 

Na Instrutemp, você encontra os melhores modelos de estroboscópio para a indústria ou diversas outras operações. Fale conosco agora mesmo e garanta o seu estroboscópio com a melhor do mercado!

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.

Fale Conosco no WhatsApp